sexta-feira, 17 de novembro de 2017

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

MINAS GERAIS Designação 2018 - 631 mil pessoas manifestaram interesse em participar do processo de designação 2018

Sistema de inscrições registrou mais de 1,3 milhão de inscrições, uma média de duas por candidato. A listagem de classificação está prevista para ser divulgada no dia 22.

Após 17 dias de inscrições, o sistema on-line da Secretaria de Estado de Educação (SEE) registrou 631.491 cadastros de candidatos interessados em concorrer a uma vaga de designação na rede estadual de ensino em 2018. Durante esse período, que teve início no dia 25/10 e encerrou na última sexta-feira (10/11), o sistema recebeu um total de 1.354.237 inscrições, uma média de duas por candidato. Cada pessoa poderia se inscrever para até três cargos e localidades distintos. As listagens classificatórias serão divulgadas no dia 22 deste mês.

O sistema continua acessível para visualização dos dados e impressão do comprovante de inscrições, no entanto, as informações não podem mais ser alteradas.

As listagens serão utilizadas tanto para as designações que serão realizadas on-line quanto para as que serão presencialmente. O processo de designação propriamente dito (escolhas das vagas de interesse pelos inscritos e atribuição da vaga ao candidato melhor classificado) terá início em data a ser definida no cronograma que será divulgado na Resolução de Quadro de Escola, que deverá ser publicada até o final deste mês. Também serão divulgadas posteriormente as vagas que serão disponibilizadas para o ano de 2018.

A designação é uma forma de preencher interinamente os cargos para garantir o funcionamento das escolas estaduais, conforme o artigo 10 da Lei 10254/1990. O processo é essencial na preparação da rede pública para o início do ano letivo.

Critérios de classificação

A idade mínima para designação é de 18 anos. A classificação dos interessados leva em consideração: a aprovação em concurso público vigente, a habilitação, a escolaridade, o tempo de serviço e a idade.

A lista de classificação obedecerá, em linhas gerais, os seguintes critérios:

1º – candidato inscrito e concursado para o município ou SRE e ainda não nomeado, obedecida a ordem de classificação no concurso vigente, desde que comprove os requisitos de habilitação definidos no Edital do Concurso;

2º – candidato inscrito e concursado para outro município ou outra SRE e ainda não nomeado, obedecido ao número de pontos obtido no concurso vigente, promovendo-se o desempate pela idade maior, desde que comprove os requisitos de habilitação definidos no Edital do Concurso;

3º – candidato inscrito habilitado, obedecida a ordem de classificação na listagem geral do município de candidatos inscritos em 2017;

4º – candidato inscrito não habilitado, obedecida a ordem de classificação na listagem geral do município de candidatos inscritos em 2017;

Designação on-line e presencial

Para o ano de 2018, parte da designação será feita por meio de sistema informatizado on-line, abrangendo os cargos de Analista de Educação Básica (AEB) – Assistente Social, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Psicólogo ou Terapeuta Ocupacional; Analista Educacional/Inspetor Escolar (ANE/IE); Assistente Técnico de Educação Básica (ATB); Especialista em Educação Básica (EEB) – Orientador Educacional ou Supervisor Pedagógico; e Professor de Educação Básica (PEB) – Regente de Turma. Essa ferramenta tem o objetivo de gerar igualdade de oportunidades entre os interessados, maior agilidade, efetividade e transparência no processo.

A designação será presencial para Auxiliar de Serviços de Educação Básica (ASB); Professor de Educação Básica (PEB) – Regente de Aula; Professor de Educação Básica (PEB) Curso Normal, Educação Profissional, Conservatórios Estaduais de Música, Educação Especial e Educação Integral.

FONTE: SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

ENCCEJA PPL 2017 - Privados de liberdade fazem o exame em 19 e 20 de dezembro

A aplicação da edição de 2017 do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para pessoas privadas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Encceja Nacional PPL) será realizada nos dias 19 e 20 de dezembro. A mudança na data de aplicação do exame, antes prevista para os dias 21 e 22 de novembro, foi publicada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 10.

O exame é direcionado às pessoas que não tiveram a oportunidade de concluir seus estudos em idade própria. Os participantes que buscam a certificação do ensino fundamental precisam ter, no mínimo, 15 anos completos na data da prova. Quem busca a certificação do ensino médio tem que ter, no mínimo, 18 anos completos.

As provas do Encceja Nacional PPL 2017 serão realizadas nas unidades prisionais e socioeducativas indicadas pelos órgãos competentes. O exame será dividido em quatro provas objetivas, por nível de ensino, e uma redação. Cada prova objetiva tem 30 questões de múltipla escolha.

Cada unidade prisional ou socioeducativa tem um responsável pedagógico com acesso ao sistema de inscrição e suas funcionalidades. Além de responsável pela realização e acompanhamento das inscrições, compete a ele a condução às salas e a exclusão de participantes que tiverem sua liberdade decretada. O responsável pedagógico acessará os resultados obtidos pelos participantes, pleiteará sua participação no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e em outros programas de acesso ao ensino superior, se possível. É ele também que divulgará as informações sobre o exame aos participantes.

FONTE: MEC

SÃO PAULO Rede do Saber Videoconferência: "Diálogo sobre a Deliberação CEE nº 155/17 - Avaliação na Educação Básica"

Avaliação na Educação Básica  
Videoconferência apresentará as mudanças feitas no processo avaliativo dos alunos da rede. Dia 13/11, às 14h.

Título da Videoconferência: Diálogo sobre a Deliberação CEE nº 155/17
Data: 13/11/2017
Horário: das 14h às 16h


A videoconferência tem como objetivo apresentar a Deliberação CEE nº 155/17, que dispõe sobre avaliação de alunos da Educação Básica, nos níveis Fundamental e Médio, no Sistema Estadual de Ensino de São Paulo.

Para falar sobre o assunto estarão presentes Cleide Bochixio, secretária adjunta de Educação; Ghisleine Trigo, presidente da Câmara de Educação Básica do CEE; e Rose Neubauer, conselheira do CEE.

A apresentação será transmitida pela Rede do Saber/EFAP e a interação poderá ser feita pelo e-mail faleconosco@rededosaber.sp.gov.br.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

MINAS GERAIS - Inscrições de candidatos à designação 2018 encerram nesta sexta-feira (10)

Até a manhã desta quarta-feira (8/11), sistema já contabilizava 450 mil pessoas cadastradas e mais de 900 mil inscrições.

Termina nesta sexta-feira (10/11) o prazo para inscrição de candidatos interessados em concorrer a uma vaga de designação na rede estadual de ensino para 2018. Essa é a primeira etapa do processo, em que as pessoas interessadas em trabalhar por contrato temporário no próximo ano devem fazer o seu cadastro, por meio de um sistema on-line, e se inscrever em até três cargos e localidades distintos. Até as 9h54 desta quarta-feira (8/11), o sistema já contabilizava 450.881 candidatos cadastrados, em um total de 905.940 inscrições, o que significa uma média de duas inscrições por candidato.

Serão ofertadas cerca de 100 mil vagas para os cargos de professores, especialistas educacionais, auxiliar administrativo, inspetor escolar e auxiliar de serviços gerais. As inscrições seguem até as 23h59 do dia 10 de novembro e devem ser feitas pelo site www.designaeducacao.mg.gov.br. A listagem de classificação dos candidatos inscritos está prevista para ser divulgada no dia 22 de novembro.

O processo de designação propriamente dito (escolhas das vagas de interesse pelos inscritos e atribuição da vaga ao candidato melhor classificado) terá início em data a ser definida no cronograma que será divulgado na Resolução de Quadro de Escola, que deverá ser publicada até o final deste mês.

A designação é uma forma de preencher interinamente os cargos para garantir o funcionamento das escolas estaduais, conforme o artigo 10 da Lei 10254/1990. O processo é essencial na preparação da rede pública para o início do ano letivo. Também serão divulgadas posteriormente as vagas que serão disponibilizadas para o ano de 2018.

Todos os candidatos interessados em participar desse processo devem se inscrever, pois neste ano não serão admitidos na designação os candidatos não inscritos, salvo exceções. Os candidatos aprovados em concurso público vigente da Educação e que ainda não foram nomeados estarão inscritos de ofício, ou seja, estarão automaticamente inscritos para o cargo e localidade para o qual realizaram o concurso público. O sistema de inscrição vai buscar e inserir os nomes e as respectivas classificações dos candidatos. No entanto, para realizar outras duas inscrições a que tem direito ou mesmo modificar a inscrição inicial, eles devem entrar na plataforma e realizar suas escolhas.

Vale lembrar que o candidato pode alterar os dados da inscrição quantas vezes for necessário, até esse prazo final, sendo válida a última alteração feita no sistema. Portanto, antes do encerramento desse período, confira mais uma vez suas inscrições e salve ou imprima o comprovante para se certificar de que não há erros. Após o fechamento do sistema, nenhuma alteração poderá ser feita e todos os dados devem ser comprovados no ato da designação.

A Secretaria de Estado de Educação criou um hotsite em que reúne as principais informações sobre o processo de designação 2018. Acesse e saiba mais clicando neste link.

Critérios de classificação

A idade mínima para o candidato ser designado é de 18 anos. A classificação dos interessados leva em consideração: a aprovação em concurso público vigente, a habilitação, a escolaridade, o tempo de serviço e a idade. O tempo de serviço exercido pelo candidato na Rede Estadual de Ensino será automaticamente extraído dos bancos de dados da SEE e deve ser validado, no ato da inscrição, pelo candidato. A Resolução que trata desta primeira etapa da designação foi publicada no Diário Oficial Minas Gerais do dia 21 de outubro (Resolução SEE 3.643). É importante também conferir na resolução os critérios específicos para cada cargo.

A lista de classificação obedecerá, em linhas gerais, os seguintes critérios:

1º – candidato inscrito e concursado para o município ou SRE e ainda não nomeado, obedecida a ordem de classificação no concurso vigente, desde que comprove os requisitos de habilitação definidos no Edital do Concurso;

2º – candidato inscrito e concursado para outro município ou outra SRE e ainda não nomeado, obedecido ao número de pontos obtido no concurso vigente, promovendo-se o desempate pela idade maior, desde que comprove os requisitos de habilitação definidos no Edital do Concurso;

3º – candidato inscrito habilitado, obedecida a ordem de classificação na listagem geral do município de candidatos inscritos em 2017;

4º – candidato inscrito não habilitado, obedecida a ordem de classificação na listagem geral do município de candidatos inscritos em 2017;

Designação on-line e presencial

Para o ano de 2018, parte da designação será feita por meio de sistema informatizado on-line, abrangendo os cargos de Analista de Educação Básica (AEB) – Assistente Social, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Psicólogo ou Terapeuta Ocupacional; Analista Educacional/Inspetor Escolar (ANE/IE); Assistente Técnico de Educação Básica (ATB); Especialista em Educação Básica (EEB) – Orientador Educacional ou Supervisor Pedagógico; e Professor de Educação Básica (PEB) – Regente de Turma. Essa ferramenta tem o objetivo de gerar igualdade de oportunidades entre os interessados, maior agilidade, efetividade e transparência no processo.

A designação será presencial para Auxiliar de Serviços de Educação Básica (ASB); Professor de Educação Básica (PEB) – Regente de Aula; Professor de Educação Básica (PEB) Curso Normal, Educação Profissional, Conservatórios Estaduais de Música, Educação Especial e Educação Integral.

fonte: Secretaria da Educação de Minas Gerais

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Encceja Nacional 2017 - Candidatos à certificação de competências já podem acessar o cartão do participante

Os mais de 1,5 milhão de inscritos no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja Nacional) 2017 já podem consultar o local onde farão suas provas. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) liberou o acesso ao cartão de confirmação da inscrição nesta quarta-feira, 8, na página do participante. Para acessar o cartão, basta fornecer o CPF e senha cadastrada. Para aqueles que esqueceram a senha, o Inep preparou um passo a passo completo com as orientações para recuperação de senha.

O cartão informa o número de inscrição, a data, hora e local das provas e os atendimentos específicos ou especializados, caso tenham sido solicitados. O Inep sugere que todos os participantes, principalmente aqueles com atendimento diferenciado – específico, especializado e por nome social – confiram esses dados com antecedência. Outra orientação é fazer o trajeto antes do dia do exame, para verificar a distância, o tempo gasto e a melhor forma de chegar ao seu local de prova, evitando atrasos no dia da aplicação.

O Encceja Nacional Regular será aplicado em 19 de novembro para 1.573.862 pessoas. Dessas, 301.583 farão provas para o ensino fundamental e 1.272.279, para o ensino médio. O exame será aplicado em 564 municípios distribuídos em todas as unidades da Federação. As provas serão realizadas no turno matutino e vespertino, sempre seguindo o horário oficial de Brasília.

Educação Básica - Jogo permite que adolescentes participem de políticas públicas

Para dar voz e estimular o protagonismo e a participação social dos jovens na construção de políticas públicas que atendam seus interesses, o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) lança nesta quinta-feira, 9, um jogo virtual que selecionará dez pessoas para compor o Comitê de Participação de Adolescentes do Conanda (CPA). Os interessados podem se inscrever até 10 de dezembro.

Podem participar do jogo virtual jovens entre 12 e 16 anos de todo país. A disputa se dará em duas etapas. Na primeira, os candidatos devem lançar propostas com o tema Como seria o mundo se os adolescentes participassem e fossem ouvidos, e votar nas demais ideias. Os votos realizados e recebidos valerão pontos e os 40 melhores passarão de fase.

Na sequência, esses 40 adolescentes criarão um vídeo para debater o tema da seleção e publicarão em suas redes sociais (YouTube, Instagram e Facebook). O perfil precisa ser público e usar hashtags a serem indicadas.

Os trabalhos com mais curtidas positivas serão eleitos para o CPA, seguidos por mais dez participantes suplentes. Os outros 20 candidatos formarão um grupo de comunicadores que poderão ser convidados para eventos e debates realizados pelo Conanda.

Integrantes – O Conanda é um órgão colegiado de composição paritária integrado por 28 conselheiros titulares e 28 suplentes, sendo 14 representantes do poder executivo e 14 representantes de entidades não-governamentais que possuem atuação em âmbito nacional e na promoção e defesa dos direitos de crianças e adolescentes.

Veja aqui como participar do jogo virtual.

fonte: MEC