quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Aulas na rede estadual começam em 16 de fevereiro

Secretaria de Estado da Educação teve de alterar datas para atribuição de aulas dos professores temporários

As aulas na rede estadual de Educação começam em 16 de fevereiro, segunda-feira. A Secretaria de Estado da Educação teve de alterar a data para o início do ano letivo, marcado anteriormente para 11 de fevereiro, devido a mudança no calendário de atribuição de aulas para professores temporários.

Na noite desta quarta-feira, 4 de fevereiro, a Secretaria foi comunicada de decisão liminar da Justiça para que participem da atribuição de aulas os professores que faltaram à prova realizada em 17 de dezembro - o que a Secretaria discorda, já que pretende avaliar o conhecimento dos professores que trabalham com as crianças e adolescentes da rede.

Esta prova é um dos critérios para atribuição dos temporários (junto com tempo de serviço e títulos). Com a decisão judicial, a atribuição, que começaria hoje para os temporários, seria totalmente prejudicada, já que as Diretorias de Ensino ficariam sem tempo para atribuir aulas corretamente.

A Secretaria irá recorrer à Justiça, via Procuradoria Geral do Estado. Mas alterou a data da atribuição para que as Diretorias tenham tempo correto para a distribuição de aulas entre os professores temporários, garantindo, assim, um início de ano letivo com todos os professores em salas de aula.

A classificação dos professores temporários (juntando prova, tempo de serviço e títulos) está disponível no site da Secretaria: www.educacao.sp.gov.br. As novas datas para atribuição são: 10, 11, 12 e 13 de fevereiro. A Secretaria reservou as datas de 6 e 9 de fevereiro para possíveis recursos de professores à classificação.

Com início previsto para 16 de fevereiro, a rede estadual terá seu planejamento em 11, 12 e 13 de fevereiro (antes estava previsto para 25, 26 e 27 de fevereiro). Com isso, os 200 dias letivos estão garantidos para os alunos da rede estadual.

Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

---

Informações relacionadas:

APEOESP -

APEOESP ganhou liminar que garante que a nota da provinha não possa ser usada para efeito de classificação no processo de atribuição


DRHU

Atribuição de classes e aulas - Titulares e Ofas

Nenhum comentário: